Cenário obrigatório
Mobile marketing deve ser principal escolha das PMEs para estar à frente da concorrência no relacionamento
10 Julho 2014  |  19:00h
A - A +
Data:
Cidade:
Guilherme França
Independente de qual seja o tamanho da empresa, todas devem procurar por ações de aproximação com os clientes e de superação com a concorrência. Entretanto, ainda existem algumas que acham que por serem pequenas e médias empresas devem estar estagnadas a processos tradicionais de serviço e não possam se modernizar. Ao contrário do que imaginam, que a digitalização seja uma etapa complexa e de altos custos, há vários caminhos que os negócios podem seguir para a sua atualização e a área de marketing é uma delas. Inclusive, para Guilherme França, co-fundador da agência Pílula Criativa, o mobile marketing é uma opção mais do que essencial para as PMEs. "O mobile marketing é um cenário obrigatório para as pequenas e médias empresas, independente da força de atuação no digital", afirma. 

Segundo o executivo, há três fatores para que essas empresas não procurem investir no mobile marketing: desconhecimento, insegurança e valor do investimento. "O desconhecimento ocorre, muitas vezes, por conta das agências que trabalham as campanhas para mobile e acabam não divulgando muito como o mercado está se comportando e quando faz isso é de uma maneira muito restrita. A insegurança vem pelo curto tempo desse mercado no nosso país. E esses dois pontos são a base para o terceiro: 'será que vale a pena investir no mobile marketing correndo todos esses riscos? O meu retorno sobre investimento valerá a pena?'", explica ele. Porém, o que as empresas esquecem é que a não preparação pode ser um caminho livre para que os consumidores optem por outros negócios. "É simplesmente desagradável encontrar um site pelo mobile e perceber que ele não se adequa ao dispositivo. A sensação que eu tenho é que a empresa não se importa com o seu cliente e a sua experiência naquele momento. E um cliente insatisfeito corre para a concorrência." 

Para que a insatisfação não exista, as empresas percebam a importância que o celular possui hoje em nossa sociedade e a ferramenta efetiva que elas possuem à sua disposição, uma vez que as pessoas estão cada vez mais dependentes e conectadas ao mobile. "É fácil atingir esse cliente",  ressalta França. Assim, terão pontos positivos aquelas que realizarem um monitoramento ativo e um contato em tempo real com o seu público, principalmente nas situações negativas. 

Para isso, as PMEs devem estudar o marketing e como ele pode beneficiá-las. Ou seja, planejar a campanha e como o mobile pode se encaixar a ela. Aliás, a pesquisa é essencial para investimento neste setor, desde o início da campanha até para ter conhecimento se o gasto oferecerá retorno. Para França, é perceber o comportamento do seu cliente ante ao seu projeto.   "Faça uma análise de acesso ao site e perceba o número de pessoas entrantes através de dispositivo mobile, certifique-se de que vai valer o investimento. Se esse número for alto e o seu investimento ainda é baixo, corra! Se o número for baixo e você ainda não investe, corra e não deixe essa oportunidade fugir".
Fonte:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário