Até o que é bom pode melhorar
Quando agregado a outras plataformas, call to action pode ser ainda mais assertivo nas ações
28 Janeiro 2016  |  14:12h
A - A +
Data:
Cidade:
Edvaldo Acir
Uma boa performance é algo que toda empresa deseja obter, principalmente se conseguirá aumentar seu poder de conquista com os consumidores. Tanto que a procura por ferramentas e estratégias que melhorem esse desempenho nunca é demais. "Interagir cada vez mais com os seus consumidores e descobrir como preparar uma mensagem única e diferenciada para cada um deles de maneira mais eficiente", pontua Edvaldo Acir, diretor geral da RocketFuel para Brasil e América Latina, como fundamental. Principalmente, quando se trata de e-commerce e presença online, em que o grau de exigência é cada vez mais maior por parte dos clientes e as melhorias devem ser feitas a uma velocidade muito maior. 

Por isso, muitas empresas têm investido em recursos estratégicos em seus sites, que permitem uma maior interação com o público, conquistando uma maior atenção e fazendo com que essa proximidade possa resultar em uma maior conversão de vendas, como o call to action. "Essa é uma das melhores ferramentas para aumentas as vendas e a performance de um e-commerce", comenta Acir. Mas, segundo ele, essa é uma estratégia que pode ser melhorada, se for utilizada também em peças publicitárias e estando aliadas ao uso de plataformas de mídia programática e DCO, o Dynamic Creative Optimization.

Como? O executivo explica que ao unir o CTA com essas duas ferramentas a eficácia de atrair cliente e transformar tal atenção em vendas é maior porque a mídia programática tem como fundamento expandir o ciclo de marketing, buscando uma entrega individualizada para cada tipo de público. Assim, por meio de dados, é possível saber o melhor momento de mandar a mensagem para o cliente, no aparelho em que estiver utilizando e com a mensagem mais adequada à situação. Junto, ainda, com DCO, Acir comenta que é possível individualizar e diferenciar os anúncios de CTA baseados no comportamento do consumidor em tempo real. "Utilizando essa tecnologia os anunciantes e agências podem fazer a prospecção de novos clientes ou a ativação de clientes existentes de maneira mais relevante e com menor desperdício de sua verba publicitária", adiciona.

Com isso, as empresas serão muito mais objetivas em suas ações, sem contar que poderão criar um padrão de identificação da marca com o cliente, junto com os múltiplos pontos de contato disponíveis. "O call to action é uma peça fundamental para conversão dentro da loja online, mas é muito limitada, porque se baseia somente na audiência orgânica. É importante ampliar esta presença criando campanhas de mídia programática e DCO usando o CTA nas peças publicitárias", afirma. O que permitirá também a ter uma eficiência maior com os consumidores, mantendo-os cativos e interessados pela marca.

Fonte:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário