Holofotes no consumidor brasileiro
Pesquisa traça perfil de grupos sociais e revela detalhes sobre gastos e pretensões
24 Março 2012  |  00:03h
A - A +
Data:
Cidade:
Em destaque nos últimos anos, a classe C continua crescendo em número. Só em 2011, o grupo recebeu novos 2,7 milhões de cidadãos. Também crescente, porém com maior timidez, a classe AB também recebeu novos 230 mil integrantes. Em contrapartida, a faixa DE perde anualmente parte de sua população. Levantadas pela pesquisa O Observador 2012, realizada pela Cetelem BGN e pela Ipsos Public Affairs com 1,5 mil brasileiros, as estatísticas comprovam que o perfil dos consumidores está tomando um novo rumo.
 
A pesquisa revela também que metade dos entrevistados pelo estudo mantém o otimismo em relação às melhoras na economia. Outro dado interessante é que as intenções de compra à vista cresceram entre a população. O levantamento mostra ainda que o brasileiro poupou mais dinheiro em 2011 em comparação a 2010 e que priorizou os investimentos no ano passado - a classe AB investiram R$ 735 e a classe C, R$ 486.
 
Veja esses e outros números sobre o consumidor brasileiro:
 
Faixa social já representa 54% da população brasileira, revela pesquisa
 
Metade da população acredita que o ano terá melhora na economia
 
Levantamento aponta que meio é utilizado principalmente como fonte de informação
 
Quase metade dos usuários busca dados e opiniões sobre produtos e serviços nas mídias
 
Ano inicia com desejo por aquisição de imóveis e carros sem financiamento
 
Gastos dos brasileiros aumentaram 14% e 29%, respectivamente, segundo estudo
 
Aproveite e dê sua opinião sobre o crescimento da classe C na página da ClienteSA no LinkedIn.
Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário