Classe C ganha 2,7 mi de pessoas
Faixa social já representa 54% da população brasileira, revela pesquisa
23 Março 2012  |  07:23h
A - A +
Data:
Cidade:
A classe C recebeu mais 2,7 milhões de brasileiros em 2011, vindos da classe DE. Além disso, a classe AB cresceu, com a entrada de 230 mil pessoas vindas da classe C, de acordo com a pesquisa O Observador 2012, realizada pela Cetelem BGN em conjunto com a Ipsos Public Affairs. A mobilidade social continua intensa no Brasil, com aumento significativo da classe C e a incorporação de milhares de pessoas na classe AB. Em 2011, a classe C representava 54% da população brasileira, em comparação a 34% em 2005, quando o levantamento começou a ser realizado no país. Já a classe DE teve movimento inverso, passando de 51% da população em 2005 para 24% em 2011.
 
A pesquisa O Observador 2012 revela que a renda média familiar das classes AB e DE se manteve estável em 2011, mas a renda da classe C teve um crescimento de quase 8%. Já a renda disponível (subtraem-se do rendimento da família os gastos) dos brasileiros teve um crescimento de mais de 20%, passando de R$ 368 em 2010 para R$ 449 em 2011. Na classe C, a alta foi de quase 50%. A pesquisa também revelou que os brasileiros estão gastando menos e priorizando investimentos. A classe AB investiu R$ 735 em média, enquanto a classe C investiu R$ 486.
Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário