Falando a mesma língua
Quais estratégias de marketing fazem a diferença na comunicação com um povo apaixonado por carros
15 Fevereiro 2013  |  17:27h
A - A +
Data:
Cidade:
Patricia Pessoa

O Brasil é um dos maiores mercados de carros do mundo e, em meio a tantos modelos, tecnologia e estilos que a indústria automobilística oferece como as empresas podem conquistar um novo cliente? E como fidelizá-lo? Para a gerente de marketing de relacionamento e redes sociais da Fiat, Patricia Pessoa, os consumidores têm necessidades e gostos diferentes e dentre as estratégias de marketing é preciso saber com precisão a melhor maneira de abordá-lo. "A partir desse momento, o meio e a mensagem precisam ser cuidadosamente escolhidos para realmente falarmos com o nosso cliente. Para fazer marketing de relacionamento é preciso falar a mesma língua", diz.

Por isso, ela explica que a Fiat utiliza tanto o marketing direto, como o de relacionamento.  "Embora os dois conceitos sejam frequentemente confundidos no mercado e até na literatura, há uma diferença significativa entre eles. Em linhas gerais, enquanto o marketing direto é a comunicação dirigida que busca obter uma resposta mensurável, o marketing de relacionamento visa construir uma relação duradoura que, em médio e longo prazo, tende a ser muito mais proveitosa do ponto de vista comercial", esclarece.

Patricia ainda afirma que a empresa utiliza o marketing direto como um canal do marketing de relacionamento. "A Fiat tem no marketing direto uma das principais ferramentas do seu marketing de relacionamento. Um bom exemplo são as nossas comunicações dirigidas após a venda do carro nesse Grid, estão previstos contatos de boas vindas ao cliente, lembram-no do momento das revisões etc. Estruturadas numa régua de tempo a partir da data da compra do carro, elas são, antes de tudo, uma prestação de serviço ao nosso cliente", pontua. Nesse processo, a empresa utiliza várias formas, como a mala direta, o e-mail marketing e o SMS. De acordo com a diretora, também é importante ficar atento as novidades, as quais podem avançar, também, ao marketing de relacionamento.  "Dependendo do formato, redes sociais, brindes e eventos também podem ser considerados assim. Mas é preciso ter em mente que não existem formas pré-definidas. Todos os dias surgem novas ferramentas que podem ser muito úteis ao marketing direto e ao marketing de relacionamento", pontua.

O importante é integrar as duas formas de marketing. "Não se pode falar em uma ação melhor que as demais. Elas funcionam de forma integrada. O marketing de relacionamento da Fiat atua em várias frentes, entre as quais, podemos citar o L'Unico e o Fiat Itaucard. O L'Unico é um clube que reconhece e recompensa os clientes - proporcionalmente à experiência que eles têm com a Fiat - com atendimento diferenciado, oferta de serviços para o mundo do carro, eventos e conteúdos exclusivos. Já o Fiat Itaucard é um cartão de crédito cobranded - o maior do setor automotivo - que conta com um programa de recompensa e fidelização para o cliente que o adquire", conclui Patricia.

Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário