InoveBanco aposenta robôs
Fintech privilegia atendimento humano, com gerente de contas para cada cliente e assistência personalizada
6 Março 2020  |  15:12h
A - A +
Data:
Cidade:
Patrick Burnett
Na contramão de uma tendência do mercado, o InoveBanco decidiu deixar de lado o atendimento com robô. Após pesquisa, a fintech percebeu que a melhor forma de resolver os gargalos da área de meio de pagamentos era apostar na qualidade da relação com seus clientes. Por isso, cada um deles possui um gerente de contas preparado para tirar dúvidas específicas dos clientes sobre as operações de pagamentos e trabalhar com transparência na oferta das melhores opções financeiras.

"Ninguém gosta de ligar para um banco e falar com uma máquina. É uma relação fria, distante e irritante. Decidimos priorizar o atendimento humano e prestar um serviço de assistência financeira personalizada para nossos clientes. O mercado financeiro está contaminado pelo atendimento robotizado, mas sabemos que nossos clientes querem falar com pessoas. Ajudamos eles a enxergarem a melhor taxa, a fazerem os cálculos e mostramos se, naquela venda específica, vale antecipar ou não o pagamento. Estamos ao lado dos nossos clientes, queremos que eles tenham a melhor experiência", explica Patrick Burnett, founder e CEO do InoveBanco. A decisão de personalizar o atendimento por telefone com o atendimento humano tem se mostrado acertada e levou o banco a crescer 400% em cinco meses.
Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário