Momento propício
Para pequenas e médias empresas esta é a hora para investirem no mobile marketing
8 Julho 2014  |  11:21h
A - A +
Data:
Cidade:
Rafael Lunes
As tecnologias se tornaram grandes facilitadoras para que as empresas criassem estratégias de aproximação com os clientes, principalmente, para as campanhas de marketing. Porém, muitas empresas pensam que ações desse tipo envolvem grandes gastos e, por conta disso, apenas as grandes podem realizar tais projetos. Mas estão enganadas. Toda e qualquer empresa, desde que esteja preparada e escolha aquela estratégia que mais se encaixa ao seu perfil pode pensar em ações do tipo. No caso das pequenas e médias empresas uma boa opção é o mobile marketing e, para Rafael Lunes, diretor de negócios da Zenvia, não há momento mais propício para elas como agora.

De acordo com o executivo, fazer uso do SMS marketing cria condições para que as PMEs tenham uma efetividade de 100% de comunicação com o cliente. "É uma tecnologia muito democrática, pois é acessível desde aparelhos mais básicos até os mais sofisticados, com alta taxa de abertura/leitura", afirma ele. Além disso, outra importante razão para que as empresas invistam no mobile marketing é o fato de que os brasileiros gostam de receber em seus celulares promoções de desconto das marcas que possuem algum tipo de relacionamento, fato comprovado por meio de uma pesquisa encomendada pela própria Zenvia. "Isso de fato, aumenta o relacionamento com os clientes, criando um canal efetivo de comunicação".

No estudo, aqueles que não apreciaram o contato foram porque não conheciam a empresa, receberam mensagens em horários inapropriados, receberam muitos SMS de uma mesma marca, não autorizaram o serviço ou o conteúdo não foi de seu interesse. Para que as PMEs não enfrentem estes problemas, Lunes ressalta que é preciso conhecer o comportamento de consumo de seu cliente, para que as publicidades enviadas sejam relevantes para ele. "Acredito que se fizer sentido para o consumidor, os resultados serão incríveis e a mídia muito bem aceita, otimizando o investimento feito".

Outros obstáculos que o diretor levantou é a questão do orçamento e das dificuldades de mensurar o retorno deste investimento. No primeiro caso, as ferramentas disponíveis já possibilitam que os gastos sejam menores. No outro sentido, ele aconselha que se faça este tipo de trabalho com empresas capazes de medir o alcance das mensagens. "A Zenvia, por exemplo, conta com um time de especialistas para ajudar as PMEs a obter o máximo retorno em seus investimentos em mobile marketing, sobretudo através de SMS". 

Assim, ele garante que as PMEs não devem ter medo de testar esta forma de comunicação. Basta que segmentem os consumidores, para a entrega de conteúdos que tenham relação com os seus perfis, encontrem uma forma de avaliarem os resultados obtidos e que haja um padrão em suas ações. Sem contar a importância de uma boa parceria. "O celular é o equipamento que está sempre com seus consumidores e enviar publicidade através de um meio tão pessoal e efetivo requer respeito à privacidade, compromisso com conteúdo relevante e conhecimento mínimo do público que está querendo atingir".
Fonte:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário