Brasilprev cria a Rede Bem Estar
Plataforma digital dedicada ao público 60+ será representada pela personagem Madu
29 Outubro 2020  |  16:32h
A - A +
Data:
Cidade:
Ângela Assis
Levar ainda mais informação e dicas que proporcionem qualidade de vida e troca de conhecimento ao público maduro. Esse é o objetivo da Brasilprev  ao lançar a Rede Bem Estar, que conta com a personagem virtual Madu como embaixadora do projeto. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Conselho Estadual do Idoso, Instituto Tellus e Brasilprev que, há 3 anos, realizou o aporte de R$ 1,5 milhão para sua execução, por meio de doação incentivada, contemplando a Lei do Idoso.

A plataforma Rede Bem Estar compartilha conteúdo sobre envelhecer com notícias relacionadas à longevidade e melhor idade, com temáticas voltadas ao aprendizado, saúde, finanças, tecnologia, cuidado e cursos. Além disso, o acesso também é todo pensado para este público, com um menu desenvolvido com características de acessibilidade que facilitem a utilização por pessoas que não possuem tanta intimidade com a internet. Toda a interação na plataforma é feita pela Madu, uma ativa e conectada personagem que divide as suas descobertas e aprendizados.

"Este é um projeto que vai ao encontro do papel social da Brasilprev com a longevidade. Conhecemos esse público, e entendemos as suas demandas e necessidades de comunicação e interação", revela   Ângela Assis, diretora de Marketing e Comercial da companhia. "E por isso, estamos buscando esta aproximação através da inovação, seja por meio do chatbot ou do aplicativo, oferecendo conteúdos relevantes que possam influenciar e contribuir diretamente para a vida de muitas pessoas." Além das notícias, outro grande atrativo da Madu é o programa educativo desenvolvido pela plataforma, que tem como objetivo atualizar gestores que trabalham com idosos com informações e atividades que se conectam em temas relevantes no envelhecimento.

De acordo com a Rede Bem Estar, este Programa Educativo disponibiliza 30 horas de atividades que podem ser realizadas com idosos em equipamentos de convivência, por meio de oficinas. As temáticas abordadas são Memória e Sonho; Fortalecimento de Vínculos Interpessoais e; Protagonismo no Território. Na primeira rodada de formação deste programa, a plataforma registrou 310 inscrições, com 150 participantes. Destes, 78% avaliaram o material como acima ou muito acima da expectativa, e 73,4% revelaram que já trabalham com idosos formalmente. "Nosso objetivo é garantir a autonomia destas pessoas, e fortalecer o vínculo entre o passado e o futuro", afirma  Ângela. "Então nada melhor do que promover esta experiência de forma colaborativa, permitindo o desenvolvimento de habilidades, e o melhor, o respeito à diversidade".
Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário