Pagamentos no WhatsApp chegam ao Brasil
Ferramenta permite que usuários transfiram dinheiro e paguem por produtos e serviços dentro do aplicativo
15 Junho 2020  |  13:37h
Data:
Cidade:
O Brasil é o primeiro país a liberar pagamentos no WhatsApp, permitindo que usuários transfiram dinheiro para familiares e amigos, além de pagar por produtos e serviços de empresas. A função estará disponível gradualmente nas próximas semanas. "Estamos muito animados por disponibilizar os pagamentos no WhatsApp aos nossos usuários em todo o Brasil. Facilitar o envio e o recebimento de dinheiro não poderia ser mais importante em um momento como esse", disse Matt Idema, diretor de operações do WhatsApp. "Pequenas empresas são fundamentais para o país. A capacidade de realizar vendas com facilidade no WhatsApp ajudará os empresários a se adaptarem à economia digital, além de apoiar o crescimento e a recuperação financeira."
 
Inicialmente, será possível usar cartões de débito ou crédito do Banco do Brasil, Nubank e Sicredi nas redes Visa e Mastercard - em parceria com a Cielo. Mas foi criado um modelo aberto para receber mais parceiros no futuro. Os pagamentos no WhatsApp são ativados pelo Facebook Pay para que, no futuro, as pessoas e empresas possam usar os mesmos dados de cartão em toda família de aplicativos do Facebook. As transferências e pagamentos são protegidos por várias camadas de segurança, como o PIN do Facebook Pay ou a biometria em dispositivos compatíveis.

As transferências de pessoa para pessoa podem ser feitas com cartões de débito ou combo suportados, e não com cartões de crédito. As pessoas podem enviar até R$ 1000 por transação, receber 20 transações por dia com um limite de R$ 5000 por mês. O pagamento para as empresas pode ser efetuado tanto com os cartões de débito quanto os de crédito sem limites. Somente transações dentro do Brasil e na moeda local são autorizadas. Os consumidores são isentos de taxas ao realizar transferências ou compras. Ao vincular uma conta Cielo existente ou criar uma nova e habilitar o Facebook Pay, as pequenas e médias empresas que usam o aplicativo WhatsApp Business podem solicitar e receber pagamentos ilimitados de crédito ou débito, oferecer reembolsos e obter suporte 24/7. Os comerciantes pagam uma taxa fixa de 3,99% por transação.

O presidente da Cielo, Paulo Caffarelli, destaca que a empresa está orgulhosa de participar desse projeto por simplificar a vida das pessoas e impulsionar negócios pelo WhatsApp. "A tecnologia vai tirar milhares de empresas da informalidade e ajudar na inclusão financeira. O lançamento do serviço torna-se ainda mais importante para superarmos o momento delicado provocado pela pandemia. Com a solução oferecida, a Cielo inaugura um novo momento no mercado de pagamentos, que vai muito além da maquininha, e prova que a inovação está no nosso DNA"

Responsável global de produtos da Visa, Jack Forestell comenta que a aceleração das compras digitais em resposta à pandemia mudou a maneira como se vive, trabalha e compra. "Criar soluções simples e seguras para pessoas e pequenas empresas pagarem e serem pagas em plataformas que já estão conectadas digitalmente é mais importante agora do que nunca. Estamos entusiasmados em trazer essa experiência para o WhatsApp."
Fonte:
Tags: