Mutant compra a Interaxa
Além de expandir atuação na AL, empresa agrega novas soluções ao portfólio de CX
13 Agosto 2019  |  14:11h
A - A +
Data:
Cidade:
Alexandre Bichir
A Mutant anuncia a compra da argentina Interaxa, integradora global de soluções e tecnologias de atendimento, com objetivo de agregar novas soluções ao portfólio. Com essa nova aquisição, a empresa aponta faturamento previsto de R$ 600 milhões neste ano. "Naturalmente, oferecer soluções inovadoras para os clientes faz parte da nossa estratégia e fazemos isso de uma maneira muito singular, com objetivo de gerar valor de maneira ainda mais ampla. Nossa análise inclui um profundo entendimento cultural das empresas adquiridas e como elas podem fortalecer nosso ímpeto de mudar o mundo para melhor, promovendo ganhos sociais e econômicos para todos envolvidos. Felizmente, nossa tese vem se comprovando bem-sucedida a cada nova compra", afirma Alexandre Bichir, CEO da Mutant.

A expertise da Interaxa, que possui 15 anos de existência, é focada em vendas e fidelização, por meio de soluções de roteamento, otimização de recursos e social media. A companhia tem como um dos diferenciais o serviço de WhatsApp Business. "A aquisição é uma ótima notícia para nossos clientes, pois agora expandimos sensivelmente as ofertas que podemos entregar. As sinergias mapeadas endossam isso, indiscutivelmente. Estamos muitos felizes", afirma Caio Sérgio, diretor geral Interaxa Brasil.

A operação expande a presença da Mutant para novos territórios - além do Brasil, Portugal e Estados Unidos, agora passa a atuar na Argentina, Colômbia, Uruguai, Paraguai e Chile, fortalecendo as atuais cinco verticais de negócio: Consultoria, Digital, Processos & Performance, Qualidade & Insights e Desenvolvimento de Softwares. A aquisição ocorre logo após a conclusão da captação de US$ 165 milhões em conjunto entre a Permira - private equity britânico, que possui 33 bilhões de dólares investidos em mais de 20 países; o Canada Pension Plan Investiment Board (CPPIB); e Adams Street, empresa com 40 anos de experiência em investimentos dessa natureza.

Essa é a quinta aquisição nos últimos três anos e a segunda realizada nos últimos 11 meses. Depois da Dextra (2018) e Interaxa, a empresa prevê finalizar mais duas compras até o final deste ano, com foco em frentes principais de crescimento estratégico. "Temos um crescimento orgânico bem claro e definido, realizando cross sell e up sell dentro da nossa carteira de clientes e uma frente de aquisições agressiva e 'always on'. Ou seja, nosso processo de M&A acontece continuamente e, dentre as empresas que estamos conversando, há uma grande possibilidade de novas aquisições até o final do ano", completa Bichir.
Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário