Superdigital permite sacar dinheiro sem cartão
Funcionalidade para novos clientes reforça posicionamento da fintech no segmento de folha de pagamento
28 Outubro 2020  |  16:47h
A - A +
Data:
Cidade:
A Superdigital, fintech do Grupo Santander com foco em inclusão financeira, disponibiliza para novos clientes a possibilidade de movimentar a conta, incluindo saque, antes mesmo de receberem o cartão pré-pago, reforçando sua atuação em folha de pagamento, para empresas que precisam contratar e pagar funcionários rapidamente e sem burocracia.

A CEO da Superdigital, Luciana Godoy, diz que a demanda pelos serviços da fintech tem crescido. Nos nove primeiros meses do ano, a fintech registrou crescimento de 14% neste segmento com novos clientes quando comparado a igual período do ano anterior. "Hoje temos boa parte das folhas de pagamento das maiores empresas de call centers do Brasil, de construção civil, varejistas e representantes de cosméticos. Temos nos consolidado em um mercado que, geralmente, não é priorizado pelos grandes bancos, que são as folhas de pagamentos de colaboradores das classes C e D", afirma a executiva.

O aplicativo Superdigital permite ao cliente pagar contas, realizar transferências e, mais recentemente, sacar dinheiro por meio de um token eletrônico. Essa nova funcionalidade simplifica a antecipação do pagamento aos funcionários recém-contratados pelas áreas de RHs, que precisam da verba inicial para refeições e/ou transporte público. Além disso, com a chegada do PIX, os clientes farão transferência para qualquer conta de forma gratuita e ilimitada. A conta na Superdigital também possibilita aos clientes realizar compras em estabelecimentos físicos e digitais, emitir boletos de cobrança, recarregar o Bilhete Único (cartão de transporte público na cidade de São Paulo), e solicitar crédito junto à parceira de Empréstimos Sim, do Santander.

"Quando olhamos os números no Brasil, identificamos um grande potencial de expansão da Superdigital. Além das empresas com alto turnover não serem prioridades dos grandes bancos, o Brasil hoje soma cerca de 45 milhões de pessoas que não têm conta em bancos, os desbancarizados", comenta a executiva. "É justamente nesse nicho que temos crescido e que, a cada dia, nos aperfeiçoamos. Hoje, quem abre uma conta conosco, mesmo com nome negativado, pode ter cartão pré-pago, começando, de fato, a sua inclusão financeira. Não rejeitamos contas, basta uma pessoa ser maior de 18 anos, ter CPF e passar pelas verificações necessárias contra fraudes."
Fonte:
Tags:
Comentários

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.

Enviar Comentário